Ululante Lú

ON…OFF….

Posted on: 08/04/2010

Minhas verborrágicas impressões sobre a enchente no Rio de Janeiro

Rio de Janeiro. Dia  05/04/2010. 17h . Começa a  chover.  Desisto de ir para um  curso que queria fazer. Um  amigo  em Santos diz que por lá  chove muito, eu digo que no Rio    também, mas nada fora da  normalidade. A chuva aperta    um pouco, mas para mim é um  típico início de Abril  chuvoso,  as tais águas de março  atrasadas. Eu no meu  esquema  “online fulltime” começo a  perceber algo  estranho no  mundo virtual, primeiro os  amigos e as  celebridades no  twitter que começam a relatar  as  dificuldades para chegar em  casa, depois meu pai que  levou  2h30 para voltar do trabalho,  uma hora a mais que o  normal.  Os sites de hardnews começam  a noticiar as  consequências no  trânsito de alguns pontos  alagados. Até  aí me pareceu  uma chuva um pouco mais forte, com alguns  pontos de alagamento e que acabou dando um nó no  trânsito, normal… Durmo.

Rio de Janeiro. DIa 06/04/2010. 7h30. Minha mãe me acorda  me chamando para ver algo na TV.  Quando chego na sala a imagem é de Caos, a Lagoa Rodrigo de Freitas tentou voltar a sua forma original e invadiu as ruas com um água barrenta. Corro para a internet , o primeiro tweet é de um amigo que diz ter levado 13h30 da Glória à Tijuca. Os sites de Notícias já noticiam 13 mortos, a maior chuva em 30 anos . Na TV Ana Maria Braga improvisa um programa com diretor de som fazendo ás vezes de câmera , e ao chamar o jornalismo acaba deixando o próprio programa de lado. MEU DEUS o que aconteceu com minha cidade enquanto eu dormia???? Dá para ter uma idéia pela minha piscina , quando fui dormir ela estava na metade e agora já está cheia- e é uma piscina grande-  De repente meu pai entra na sala trazendo pão quentinho…não foi trabalhar recomendação do prefeito: NÃO SAIAM DE CASA . As mortes continuaram aumentando , principalmente em Niterói. No inicio da tarde já eram mais de 20. Eu ainda não conseguindo acreditar, frustrada por não poder sair de casa. Volto a internet e começo a ajudar amigos de São Paulo que precisam urgente de fontes e dados do Rio, na busca pelas informações ligo para amigos nas redações cariocas e percebo que a coisa está realmente feia. As fotos disponíveis da tragédia são chocantes. Praticamente não reconheço a cidade que conheço tão bem. Passo o dia inteiro conectada, sem descanso. A chuva não para. Às 23h um estrondo forte e acaba a luz, o modem 3G não funciona. DESCONECTADA, me mantenho tranquila , sem problemas, tento me enganar que não preciso disso…Durmo

Rio de Janeiro. Dia 07/04/2010. 10h . Acordo . Dormi mal, a luz não voltou e não tem previsão de voltar tão cedo. Minha mãe me faz uma oferta: ir para a casa da minha vó onde tem luz. Aceito na hora, preciso saber! O que aconteceu,? O que está acontecendo ? Como está a cidade? Quantos mortos? Mais enchente? As aulas foram retomadas? Quando chego na casa da minha vó já são 102 os mortos. No meio da tarde, quase noite desmorona outro morro em Niterói , aproximadamente 40 casas são soterradas. A frustração dá lugar a compaixão… tudo porque eu estava CONECTADA e vi a tragédia em tempo real.   Decidido, amanhã vou juntar uns amigos e vou no Supermercado comprar água, leite em pó, todynho, biscoito, sabonete e vou deixar em algum ponto indicado pela defesa civil. Mas a vontade é de abrir as portas de casa e abrigar algumas das 14 mil pessoas desabrigadas.

Rio de Janeiro. Dia 08/04/2010. 4:05. Choveu mais essa noite. Espero que com o nascer do Sol as coisas estejam mais calmas e menos trágicas…Espero…

Anúncios

2 Respostas to "ON…OFF…."

Normalmente a impressão nessas tragédias é que nunca vai acontecer com a gente. Dessa vez, parece que tá tudo tão perto que algo pode acontecer com você. Talvez por isso o medo constante e uma comoção maior agora.

Se bem que nosso amigo Trigger já sabia de tudo antes! hehe

Impressionante como as coisas aconteceram tão rápido, e quando achavamos que iria melhorar chovia cada vez mais.
Hoje pude ver alguns estragos da chuva no centro da Cidade e em Vila Isabel, vai demorar um tempo para o Rio se recuperar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Tagarela

Erro: Assegure-se de que a conta Twitter é pública.

Luísa Ferreira

Jornalista, carioca da gema que mora em São Paulo.

E-mail: lumferreira@gmail.com
Twitter: @luisamferreira

%d blogueiros gostam disto: