Ululante Lú

Archive for the ‘Vi por aí’ Category

Esse final de semana fui na inauguração da terceira loja da marca Alice Disse. Mirna Ferraz , dona da marca , aproveitou para lançar  o “Alice Disse Festa” , um kit de decoração de festa ecológico.  Tem toalha de mesa, copinhos, chapéus, guardanapos , tudo reutilizável e biodegradável  (em seis meses os materiais se biodegradam na natureza”. Segundo a Mirna a idéia era resgatar um pouco daquele clima de quando a família se juntava para organizar e decorar as festinhas infantis “ Era tudo mais exclusivo, personalizado, customizado” conta a estilista.

Desde que me entendo por gente meus pais viravam noites para aprontar tudo. No meu primeiro aniversário eles inventaram um tema, no segundo foi circo, fizeram vários chapéus de palhaço além de confeccionar as lembrancinhas.

Até mesmo minha festa de  15 anos foi toda preparada na base do “feito em casa” e ficou tudo muito lindo! Achei a idéia da Mirna incrível, ainda mais por também trazer a questão ecológica, assim  com idéias básicas e práticas que vamos reverter todo esse caos climático que nós mesmos nos colocamos.

A Alice Disse trouxe para o Brasil o conceito de loja-clube, em que é oferecida aos clientes uma variedae enorme de produtos desde toy arts a sapatos e bolsas. A grife também está na internet  . Na loja virtual qualquer um pode se aventurar no mundo da Alice ( inspirada na personagem de Louis Carrol) e comprar produtos cheios de estampas e modelos exclusivos , a marca entrega em territorio nacional e internacional. A Alice também está no twitter ( @alicedisse) quem tweeta é a própria Mirna.

Anúncios

Em tempos de Kindle, Ipad, Smartphones e Netbooks quase do tamanho de uma carteira ( desejo de ter esse Sony Vaio), um grito de resistência  da época em se usava caneta esferográfica me chamou a atenção. São os caderninhos tipo Moleskine, que tem um estilo sofisticado.  Segundo a marca (Moleskine SRL) esse tipo de caderno é herdeiro e sucessor dos cadernos usados pelos maiores intelectuais dos últimos dois séculos entre eles Picasso, Van Gogh e Hemingway. Eles estão lotando as desde as prateleiras de grandes livrarias como a Fnac até as de papelarias boutique como a Papel Craft ( que já vende os bloquinhos há séculos) .

Primeiro apareceram por aqui só em tamanho médio agora já existem em uma variedade enorme de cores, tipos e tamanhos. No site da marca essa variedade se multiplica. Você pode ter um caderninho com capa de couro somente para registrar os filmes que vê, para criar storyboards ou quadrinhos e até mesmo com páginas dobráveis para escrever longas frases em ideogramas, além claro das tradicionais agendas e diários.

Como muito mais do que a grife o que faz sucesso é o estilo, marcas brasileiras já se encarregaram de fazer sua versão tupiniquim do produto. Cicero Papelaria, Livraria Saraiva, Atelier Machado e a  Editora Tilibra (linha Fitto)  são apenas algumas lojas que já lançaram sua versão do caderninho  a preços muito mais amigáveis.

Ainda que os smartphones e notebooks sejam muito mais presentes nas nossas vidas não há nada como organizar as idéias em um pedaço de papel, melhor fazê-lo com estilo.

————————————————————-x——————————————————————–

Muitas grifes de roupa como Espaço Fashion e Carlos Tufvesson estão associando o conceito do Upcycling ( que reaproveita materiais que iriam para no lixo para criar peças quase exclusivas) a essa nova “mania” nacional . Usando sobras de tecido das coleções para fazer capas customizadas e exclusivas para cadernos tipo moleskine.

————————————————————-x——————————————————————–
E se por um lado podemos fazer um resgate e escrever com nossas letras tortas em folhas feitas de celulose porque não transforma-las em bytes e mostrar sua personalidade em forma de caligrafia também no mundo virtual? Pois foi justamente isso que a Pilot criou. Uma ferramenta que permite que você crie uma fonte com sua própria letra! Nesse blog eles explicam direitinho como você deve fazer.

————————————————————-x——————————————————————–

E já que partimos para a diversão porque não escrever de uma forma diferente em um caderno que só parece tradicional dea uma olhada > Inspiration Pad


Tagarela

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Luísa Ferreira

Jornalista, carioca da gema que mora em São Paulo.

E-mail: lumferreira@gmail.com
Twitter: @luisamferreira